Na manhã desta quarta-feira (22) foi deflagrada pela Polícia Federal, com apoio da Polícia Militar, a sexta etapa da operação de combate aos crimes ambientais no parque Nacional do Iguaçu, na fronteira do Brasil com a Argentina.

Denominada de “Surucuá”, a operação cumpriu seis mandados de busca e apreensão de residências de propriedade de suspeitos pela pratica de crimes ambientais em Capanema, no Sudoeste do Estado. A operação resultou na prisão de três pessoas, além da apreensão de duas armas de fogo, materiais de caça, 158 munições e artefatos de pesca.

Desde a primeira operação, já foram presas 27 pessoas em flagrante e apreendidas 31 armas de fogo, além da apreensão de uma grande quantidade de munições e material de caça e pesca. As operações são resultado de investigações feitas pela Polícia Federal, com apoio do serviço reservado da Polícia Militar, através da Companhia de Capanema e do BPFron (Batalhão de Fronteira).

Fotos: Divulgação BPFron