Um acidente de grandes proporções envolvendo um ônibus da prefeitura de Saudade do Iguaçu, que faz o transporte de universitários à Francisco Beltrão, deixou nove feridos. O acidente aconteceu por volta das 23h10 desta quarta-feira (28) na PR-566, na saída de Francisco Beltrão para Itapejara do Oeste.

O coletivo, dirigido por Ademir Kowalek, tombou ao tentar desviar um motociclista que estava parado na pista. O ônibus caiu no acostamento, bateu contra um árvore e foi de arrasto por cerca de 50 metros, ficando atravessado na pista. O motorista sofreu apenas escoriações no rosto e na mão direita. Junto com ele viajavam 15 universitários, dos quais nove se feriram, dois com gravidade. Socorristas do Siate e Samu atenderam as vítimas que foram encaminhadas a hospitais de Francisco Beltrão. Os dois casos graves foram encaminhados ao Hospital Regional. Os demais ao São Francisco e UPA.

Exame do bafômetro comprovou que o motociclista estava bêbado. PRE fez a prisão e encaminhamento dele à 19ª SDP. Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Exame do bafômetro comprovou que o motociclista estava bêbado. PRE fez a prisão e encaminhamento dele à 19ª SDP. Foto: Evandro Artuzi/RBJ

A Polícia Rodoviária Estadual registrou a ocorrência e prendeu em flagrante o motociclista Valdeli Oliveira Terres, que teria provocado o acidente. Ele foi submetido ao teste do bafômetro e o resultado foi positivo para embriaguez. Questionado pela reportagem, disse que seguia sentido Francisco Beltrão e teria sido jogado para o acostamento por um caminhão. Em nenhum momento afirmou ter visto o ônibus. Ele foi encaminhado à 19ª SDP para o flagrante. No entanto, testemunhas afirmaram que a moto estava na pista e motivou o acidente.

Em entrevista à Onda Sul FM, o motorista de uma Van escolar de Coronel Vivida, que não quis ser identificado, contou que conseguiu desviar o motociclista por muito pouco e também sinalizou para outros motoristas, caso contrário poderia ter acontecido uma tragédia.

A universitária Clenir da Silva Frizon estava no ônibus envolvido no acidente. Ela conta que sentiu que o ônibus balançou e segundos depois percebeu que estava tombando e arrastando na pista. Apesar de estar sentada do lado mais prejudicado, ela não se feriu e conseguiu ajudar os colegas feridos. “Nossa foi tudo muito rápido, questão de segundos, um susto imenso, mas ainda bem que não foi nada de muito grave”, disse.

O motorista Ademir também relatou o acontecido, afirmando que tentou segurar o ônibus na pista, mas infelizmente não conseguiu.

“Foi tudo muito rápido. Tinha uma Van na minha frente e de repente percebi que ela desviou de alguma coisa, foi quando percebi que a moto estava na pista, ai também tirei pro acostamento e infelizmente aconteceu tudo isso. Dirijo ônibus desde 1990, mas é muito rápido, não dá tempo pra nada”, contou.   

Vítimas do acidente

Natalie Zanella -17 anos

Guilherme Teixeira Bagio – 17 anos

Gabrieli Giacomini – 17 anos

Rosana de Almeida – 20 anos

Danieli Maiza Baldo – 21 anos

Patricia Ulik – 19 anos

Cleide Bagio – 19 anos

Luciana Aparecida Parizoto -19 anos

Fotos: Evandro Artuzi/RBJ