Por Evandro Artuzi 

Apreensão de armas
Duas armas de fogo foram apreendidas pela Polícia Militar em São João nesta segunda-feira (03). Às 09h, na comunidade de Linha Alto Mirim,uma sacola contendo diversos objetos suspeitos de serem furtados foi entregue a polícia. Entre os objetos foi encontrada uma Espingarda calibre 36, municiada com um cartucho intacto. O suspeito do furto, a arma e os demais objetos foram repassados a Polícia Civil.
Já na comunidade de Linha Água Azul, por volta das 20h30, foi apreendida uma Espingarda calibre 32, CBC. A arma foi entregue pela mãe de dois jovens que entraram em luta corporal e um ameaçava o outro de morte. Um dos envolvidos apresentava sintomas de embriaguês. A arma foi entregue à Polícia Civil.

 

Furto de motos
Motocicletas furtadas na região. Nesta segunda-feira (03), às 18h15, foi registrado, em Ampére, o furto de uma Honda XLR, placa HQO 8906, que estava estacionada no setor de carga e descarga de uma empresa na Avenida XV de Novembro, Centro. O proprietário afirmou que a Moto, levada sem documentos e sem chaves, foi deixada estacionada no local às 13h30.
Em Francisco Beltrão, uma Honda Biz, placa INM 5108, foi furtada na Rua Maritaca, Bairro Padre Ulrico. O furto foi registrado pela PM às 12h, mas aconteceu durante a manhã, segundo informou o proprietário, Flavio Braz. Conforme ele, a Moto foi levada com as chaves e com documentos. Ela havia sido deixada estacionada em um supermercado.

 

Estelionato
Oito mil reais foram depositados na conta de estelionatários pela funcionária de uma Lotérica. O fato aconteceu em Saudade do Iguaçu nesta segunda-feira (03), por volta das 16h45. A funcionária fez oito depósitos de R$ 1 mil cada após de receber uma ligação. A pessoa que manteve o contato se identificou como funcionário da Caixa Econômica Federal, mas na seqüência ordenou o depósito, caso contrário a mataria com um tiro na cabeça. O estelionatário ainda ordenou que a vítima eliminasse os comprovantes do depósito para dificultar a identificação. Segundo informações de um funcionário da Caixa Econômica Federal de Chopinzinho, o saque dos valores era feito em menos de um minuto após os depósitos. Caso semelhante foi registrado na semana passada em Coronel Domingos Soares. Lá a funcionária de uma Lotérica efetuou dez depósitos de R$ 1 mil cada, além de fornecer R$ 1.200,00 em créditos telefônicos. Os casos estão sendo analisados pela Polícia Civil.