por Ivan Cezar Fochzato

 

 

O Núcleo Sul Brasil de Criadores da Raça Caracu, que tem sede em Palmas, sul do Paraná, elegeu a nova diretoria da entidade na última sexta-feira (16) durante a realização da Expopato em Pato Branco, evento em que a entidade participou com a exposição de animais da Raça. Depois de quatro anos na presidência, o pecuarista Kiko Pagliosa, será sucedido pelo também criador palmense João Francisco Reis.

 

Ao falar sobre o trabalho diante da entidade, Reis salientou que assume o Núcleo Sul Brasil, mantendo o trabalho realizado pela direção anterior, mas tem com a meta de ampliar a representatividade dos criadores de Caracu no mercado pecuarista em todo o Brasil.O ex-presidente, Kiko Pagliosa, que conduziu a entidade de 2008 a 2012, destacou a potencialidade da raça salientando que o rebanho de caracus da região tem uma aceitação nacional, com comercialização garantida Brasil, principalmente na região Norte , que concentra o maior rebanho do país.

O Núcleo Sul Brasil é um dos três que compõe a ABCC( Associação Brasileira dos Criadores da Raça Caracu), que também tem sua sede nacional em Palmas, sul do Paraná. Os outros dois são Associação dos Criadores de Caracu do Vale do Rio Pardo, em Ribeirão Preto (SP) e Associação dos Criadores de Caracu do Centro – Oeste, em Brasília (DF). A ABBC está sob a presidência do pecuarista palmense, Sady Marcondes Loureiro Filho