Os integrantes do Núcleo Integrado de Comunicação (NIC) da Associação Empresarial de Francisco Beltrão (Acefb) retomaram às reuniões quinzenais nesta terça-feira, 7 de fevereiro, na sede da entidade, junto ao parque de exposições. Entre os assuntos debatidos, o NIC pretende realizar mais uma edição do “Conversa Afiada”. “Foi o primeiro encontro para traçar as metas para 2017. O Conversa Afiada é apresentado por um profissional de comunicação que conversa e interage com profissionais de comunicação e também com empresários. Outro objetivo do NIC é o desenvolvimento de um selo de qualidade, onde vamos apresentar essa proposta para a Acefb. O selo é para que todos os núcleos e associados tenham isso como garantia de que fazem parte de uma entidade que trabalha com ética”, informa Valdemar Mazzon Júnior, o Poio, coordenador do NIC.

“Gostaria de convidar todos os profissionais da área de comunicação para participar das nossas reuniões, nas terças-feiras, das 8 às 9 horas, logo após o tradicional Café Acefb”. Inclusive, o Café Acefb – reunião ordinária semanal que trata de temas atuais e de interesse da sociedade – será retomado após a Expofeira Mulher, que acontece de 6 a 9 de abril no centro de eventos do parque de exposições de Beltrão.

Ronaldo Zanoni (Acefb), Paola Siqueira (Acefb), Valdemar Mazzon Júnior (coordenador do NIC), Felipe Radicetti (compositor musical), Vladimir Berté (Gráfica Beltrão), Jo Abdala (Jornal Opinião), Romeu Júnior (Rede Massa) e Jeferson Freitas (RPC TV). Crédito: Darce Almeida/Acefb.
  • Compartilhe no Facebook

Ronaldo Zanoni (Acefb), Paola Siqueira (Acefb), Valdemar Mazzon Júnior (coordenador do NIC), Felipe Radicetti (compositor musical), Vladimir Berté (Gráfica Beltrão), Jo Abdala (Jornal Opinião), Romeu Júnior (Rede Massa) e Jeferson Freitas (RPC TV). Crédito: Darce Almeida/Acefb.

“Sugestão” aos empresários

Romeu Júnior, apresentador da TV Guará (Rede Massa), é um dos 12 integrantes do NIC. Ele acredita ser importante participar do núcleo setorial, coordenado pelo Programa Empreender. “Fazemos parte do NIC para congregar e cooperar para crescermos juntos com os demais profissionais de comunicação. Queremos fomentar o mercado publicitário, de comunicação, até para que o empresário de Beltrão e região saiba que dentro da Acefb tem um núcleo setorial dedicado a eles. Quando falamos em comunicação, não falamos apenas de rádio, TV e jornal, mas também de gráficas, agências de publicidade, empresas de comunicação visual”, explica Romeu.

E quando o assunto é divulgação ou anúncio, muitos empresários locais ainda “torcem o nariz” e acreditam que o valor pago à empresa de comunicação é um gasto, conceito desgastado e que o NIC quer mudar. “É preciso ter em mente que divulgar não é um gasto e sim investimento, estudos comprovam isso. Afinal de contas, a hora que o empresário precisar divulgar uma campanha promocional ou institucional, ele precisa entender que aquilo é um investimento e que vai trazer retorno. É muito importante que os empresários tenham essa consciência. É justamente isso que nós como integrantes do NIC queremos reforçar para a classe empresarial. O empreendedor tem que entender que não é uma ajuda para o veículo de comunicação, mas sim um investimento. Se o valor for bem aplicado, esse empresário vai ter um bom retorno, sem sombras de dúvidas”, reforça Romeu.

Outra situação constatada pelo comunicador são as mudanças observadas nos últimos anos nas fachadas de empresas da região Sudoeste. “Tem muitas empresas familiares, e os filhos desses empresários que foram embora estão voltando com novas ideias de mudança. E nós do núcleo estamos aí para colaborar e apresentar sugestões”, finaliza Romeu.