Os futuros motoristas terão um novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), a partir de 2017. A determinação é do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e o Departamento de Trânsito do Paraná (Detran). A mudança será gradativa e não resultará em custo adicional aos condutores.

“Os motoristas com documento dentro da validade não precisam se preocupar. A mudança ocorrerá na emissão da primeira habilitação, na renovação ou expedição da segunda via” explica o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.

A nova CNH será emitida a partir de 1º de janeiro, com mais dispositivos de segurança. Entre os itens de controle estão elementos em relevo e em microimpressão, imagens secretas, mapas do Brasil e do Estado em que o motorista está habilitado. O novo documento terá ainda código de barras que, segundo o Contran, permitirá aos agentes de trânsito, em breve, a consulta à situação do documento de forma mais rápida por meio de um aplicativo no celular.

Além de do novo layout, a Carteira de Habilitação contará com papel com marca d’água, dois números de identificação nacional e o número de identificação estadual.

Atualmente, o Paraná possui 5,4 milhões de condutores. De janeiro a outubro de 2016, foram emitidas 124 mil carteiras de primeira habilitação no Estado. Houve uma queda de 14% na comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram registradas 145.798 habilitações deste tipo.