por Ivan Cezar Fochzatocom informações da MINEROPAR

 

Os projetos de mapeamento na região Sudoeste do Paraná serão inseridos no novo mapa geológico do Paraná, que está sendo organizado pela Mineropar, CPRM – Serviço Geológico do Brasil e outros colaboradores. Estarão incluídas as formações geológicas Barracão, Candói; Chopinzinho e Covo, destacando aspectos dos planaltos de Entre Rios e Palmas.

 

A Formação Barracão é constituída por basaltos e rochas sedimentares porosas mais favoráveis à exploração de água subterrânea do que as demais formações, com baixo potencial para extração de materiais para construção civil. Sobre ela se desenvolveram os terrenos mais acidentados do Terceiro Planalto, pouco propícios ao desenvolvimento da agricultura.

A Formação Candói é composta de basaltos mais aptos à produção de brita e pedra de talhe, insumos para recuperação de solo agrícola e gemas (ametista, quartzo, calcedônia, ágata, zeólita). O polo produtor de ametista de Chopinzinho situa-se sobre uma subunidade desta formação, no vale do rio Passa Quatro.

 

A Formação Covó sustenta os planaltos de Entre Rios e Palmas, no sul do estado, com potencial para fornecer argilas cerâmicas e especiais, pedra de talhe e material para revestimento na construção civil.

 

 No final do trabalho o documento cartográfico deve ser lançado, acompanhado de nota explicativa, em meio analógico e digital, além das outras formas de divulgação para os interessados, como os sites da Mineropar e da CPRM.

 

A importância deste trabalho é disponibilizar para a sociedade paranaense as informações geológicas do meio físico, para apoiar a ocupação do território, subsidiar o planejamento urbano e a implantação de infraestrutura, além de integrar a geologia na elaboração do Zoneamento Ecológico e Econômico e na confecção do Mapa Hidrogeológico, em andamento, sob coordenação do Instituto das Águas do Paraná.