Há 61 anos rodando em terras brasileiras, o Fusca ainda um dos carros que mais marcou a história, no Brasil e no mundo. Automóvel mais vendido, o modelo da Volkswagen, criado em 1938 chegou às fábricas brasileiras em 1959, deixando de ser produzido em 2003.

Presente na memória, o carro é homenageado nesta segunda-feira, dia 20 de janeiro, Dia Nacional do Fusca. O carro chegou ao Brasil em 1950 com 30 modelos importados, mas só em 1953 passou a ser montado no país com peças vindas do exterior. A fabricação nacional começou em 1959, em São Paulo.

  • Compartilhe no Facebook

Veiculo ano 1974 no estilo “Hood Ride. Foto: Edson Zuconelli

O chopinzinhense Stefano Olivo de 23 anos, técnico em som automotivo, está há três anos com seu fusca. O veículo modelo 1974 no estilo “Hood Ride” atrai olhares por onde passa por seu estilo arrojado. Segundo Stefano, a paixão pelo fusquinha vem de família. “Eu tinha uns 6 anos quando meu pai comprou um fusca, e a partir daí ele teve mais uns dois fuscas e o carro tem um charge que é só dele e eu sempre gostei.

O veículo foi adquirido todo original, e nesses três anos Stefano implantou acessórios que o faz único na cidade. “Ele chama bastante a atenção na cidade por ter o estilo Hood Ride que vem da Europa e eu sempre segui, mas a parte interna e rodas segue a originalidade do Volkswagen”. Stefano garante que não tem planos de vendê-lo.

Fora de produção há 17 anos, o “besouro”, continua no imaginário dos amantes dos motores. Dependendo do modelo, ano de fabricação e do seu estado de conservação, um fusquinha pode ser adquirido por valores entre R$ 5 mil e R$ 50 mil.

Fotos: Edson Zuconelli/Extra FM