O feriadão de Natal violento no Sudoeste, com registro de três homicídios. Os crimes aconteceram nas cidades de Pato Branco e Francisco Beltrão.

Em Pato Branco, um homem de 32 anos foi morto na madrugada do dia 25 durante um desentendimento, por volta das 04 horas da madrugada. O crime ocorreu na Rua Zacarias de Vasconcelos, no Bairro Pinheirinho. Izaias Agostinho Moreno foi ferido a golpes de faca e morreu antes mesmo de receber atendimento do SAMU.

De acordo com o delegado Leonardo Guimarães, a vítima estava na casa da ex-namorada para as comemorações de Natal, no entanto a motivação do crime ainda está sendo apurada. O autor do crime não foi identificado. Segundo o delegado, nenhuma testemunha quis contar à polícia.

Acusados foram autuados em flagrante na 19ª SDP. Foto: Polícia Civil
  • Compartilhe no Facebook

Acusados foram autuados em flagrante na 19ª SDP. Foto: Polícia Civil

Em Francisco Beltrão foram duas mortes no feriadão. Na madrugada de Natal, por volta das 03h30, morreu no hospital após ter sido violentamente agredido, Edson dos Santos Duarte. A agressão aconteceu na Rua Argentino Salvatti, no Bairro Antônio de Paiva Cantelmo.

A vítima sofreu ferimentos na cabeça, segundo constatado pelo SAMU e pela Polícia Civil. Os acusados, Gilsiley Souza Rios, 40 anos, e Tiago Rodrigues, 25 anos, foram presos na tarde de sexta-feira (25). Com eles, a polícia encontrou o celular roubado da vítima.

Ambos foram encaminhados à carceragem da 19ª SDP, autuados em flagrante e permanecem a disposição da justiça, recolhidos junto ao setor de carceragem temporário (Secat).

Corpo foi recolhido ao IML de Francisco Beltrão. Foto: Polícia Civil
  • Compartilhe no Facebook

Corpo foi recolhido ao IML de Francisco Beltrão. Foto: Polícia Civil

O outro crime aconteceu na comunidade de KM 26, interior do município, entre a noite de sexta-feira (25) e a madrugada de sábado (26). Após um desentendimento em um Bar, Valdair de Siqueira foi morto a facadas.

O autor do crime foi o próprio dono do bar, Juvelino Rodrigues da Silva. Além do homicídio, duas pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas ao hospital em Nova Esperança do Sudoeste. Uma delas é a amásia de Juvelino, Claudete de Fátima Mazotti dos Santos.

Conforme a filha, Lucimara Mazotti dos Santos, Claudete foi agredida com violência e ficou desmaiada. Ela também disse à polícia que Juvelino estava enfurecido e gritava a todo momento que iria matar Valdair. Juvelino também foi levado ao hospital, com um ferimento nas nádegas. Após ser medicado, foi preso e autuado em flagrante.