Por: Francione Pruch


O natal é tempo de festejar o aniversário de Jesus, época de se reunir com a família, trazer a união e a alegria aos lares das cidades. É com esses pensamentos que o Frei da Paróquia São Francisco de Assis de chopinzinho, Bertolino Toll, explica o verdadeiro espírito natalino, o qual foi esquecido por várias pessoas com o passar do tempo.

“Triste a gente ver comunidades fazendo baile na noite de natal. Isso é um absurdo, as pessoas perderam todo o sentido cristão do natal. Natal é dia da família se encontrar, e a família não se encontra no baile, não se encontra na dança, a família se encontra ao redor da mesa, mesmo que seja repartindo um pão seco”, Fala frei Bertolino desmonstrando sua indignação da forma que muitos comemoram a chegada do natal.

Bertolino destaca a montagem do presépio feito dentro da igreja: “No primeiro domingo só tinha cartazes anúnciando que alguém está para chegar. No segundo domingo do advento já se tinha a gruta, sem os enfeites. No terceiro domingo, a gruta já estava montada e tinha a árvore verde. No quarto domingo, a árvore estava colorida e no presépio foi colocado Maria, José e o Burro, para dizer que eles estão a caminho de Belém. E para a noite de natal, vai entrar uma família carregando o menino Jusus”. Frisa Bertolino