Pensar nas estradas, bairros, nos setores de saúde, educação, lazer e bem-estar, enfim, em todos os setores e cantos de uma cidade. Para isso exige planejamento e amplo debate com toda a sociedade. Ontem (01), a administração municipal retomou os debates do Plano Diretor de em Francisco Beltrão, sudoeste do Paraná.

Iniciado em 2016, o estudo teve uma pausa entre o período eleitoral e troca de gestão na prefeitura. O Diretor do Departamento de Informação, Pesquisa e Planejamento, Dalcy Salvati, assumiu a coordenação dos trabalhos.

“Estamos tomando pé do que foi feito até agora, o que já tem de material, estou vendo com o pessoal o que podemos fazer para frente. Na semana que vem, dia 09, tema mais uma oficina com o grupo interno da prefeitura e comissão de acompanhamento”. Salienta Salvati.

O Plano Diretor é desenvolvido para que os agentes públicos e privados tenham diretrizes sobre o que pode e não pode ser feito no território do município. Ele é valido por 10 anos, e todas as cidades acima de 20 mil habitantes devem realizar esse estudo.
Para o Coordenador, “sem o plano diretor os municípios não conseguem mais recursos federais. Ele prevê todos os assuntos que se trata da comunidade”.

A população pode deixar sua opinião através de pesquisa realizada pelo site da prefeitura de Francisco Beltrão. “Não adianta depois cobrar as coisas, quando você não participou da discussão do que é melhor para a cidade”. Fisa Dalcy.