Uma mulher foi mantida em cárcere privado na manhã desta sexta-feira (22) em Pato Branco, no sudoeste do Estado. Por volta das 10h30, a Polícia Militar foi comunicada por vizinhos que uma mulher teria sido mantida refém por algumas horas dentro da própria casa, localizada na Rua Itabira, Baixada Industrial.  Uma equipe da Rádio Patrulha (RPA) esteve na casa, mas não conseguiu manter contato com a vítima, entretanto, segundo vizinhos dois homens estariam no local.

Com a chegada de outras equipes policiais, inclusive a Rotam, a casa foi invadida e a mulher retirada com segurança. Ela estava amordaçada com fita crepe, amarrada e o gás aberto, o que a deixou desorientada com possibilidade de intoxicação, sem condição de se comunicar. Socorristas do SAMU e do Corpo de Bombeiros prestaram o primeiro atendimento e logo em seguida encaminharam a vítima para o hospital.

De acordo com a polícia, o amásio da vítima teria saído de casa às 08h15 e pouco depois chegaram dois homens armados com revólver e pistola. Nenhum suspeito foi encontrado. A Polícia Civil está investigando o caso, mas ainda não conseguiu efetuar a prisão de nenhum suspeito. Como nada foi levado da casa, a polícia não descarta hipótese de homicídio ou vingança.

Fotos: Roberto Ivan Rossati – Rede Celinauta