A adoção legal e a entrega voluntária dos filhos são tema de encontro que reúne profissionais da área de saúde nesta terça-feira, 19 de abril, em Pato Branco.

O evento é promovido pela Vara da Infância e Juventude do Fórum de Pato Branco, em parceria com o Ministério Público do Paraná, por meio da 3ª Promotoria de Justiça da Comarca, como parte do projeto “O Sistema de Justiça e as interlocuções sobre adoção com a rede de saúde”, que se propõe a oferecer subsídios a médicos e enfermeiras que atuam na área obstétrica quanto ao processo de adoção.

Iniciado em março, o projeto é uma iniciativa da Vara da Família, Infância e Juventude de Pato Branco, sendo realizado de forma conjunta com a 3ª Promotoria de Justiça da Comarca, com suporte das equipes técnicas do Serviço Auxiliar da Infância e do MP-PR. Até o final do ano, serão promovidas mais quatro reuniões.

Em maio, também está programado o “I Encontro Municipal sobre Adoção”, em comemoração ao Dia Nacional de Adoção. A intenção é sensibilizar perto de 150 profissionais da saúde na cidade a respeito da questão da adoção legal e entrega voluntária, além de propor a criação de um fluxo de atendimento e notificação dos casos.

O projeto surgiu da preocupação dos operadores de Direito de Pato Branco em garantir a compreensão dos profissionais de saúde sobre o processo legal de adoção, para reduzir a ocorrência de adoções ilegais na região.

Também foi incluída na pauta a sensibilização dos integrantes do sistema de saúde sobre a abordagem e acompanhamento das gestantes que manifestem a intenção consciente de realizar a entrega da criança para colocação em família substituta.