A Promotoria de Justiça de Mangueirinha ofereceu denúncia contra 20 pessoas acusadas da prática de 52 fatos criminosos, dentre eles, organização criminosa, estelionato, falsidade ideológica, extorsão e loteamento ilegal. Os denunciados são investigados no âmbito da Operação Jardim Europa, deflagrada no último dia 9 com o cumprimento de mandados de busca e apreensão e de prisão preventiva em Mangueirinha e em Maravilha (SC).

Dentre os denunciados, estão um ex-prefeito de Campo Erê (SC), um vereador e o irmão de outro vereador de Mangueirinha, além de empresários, servidor público e corretores de imóveis. Três investigados continuam presos preventivamente, dentre eles, o ex-prefeito de Campo Erê (SC) e o irmão de um vereador de Mangueirinha. Foram sequestrados 54 terrenos transferidos para o nome de laranjas no estado do Rio Grande do Sul.

De acordo com a apuração do Ministério Público do Paraná, uma organização criminosa com atuação nos três estados do Sul realizou a venda de lotes não registrados, venderam terrenos hipotecados, transferiram terrenos de vítimas para “laranjas” do Rio Grande do Sul e extorquiram vítimas cobrando valores de R$ 2 mil a R$ 50 mil para devolverem os terrenos. Na esfera cível, continuam bloqueados R$ 46 milhões de diversos investigados.

Fonte: Ministério Público