O Movimento Palmas Desenvolvida realizou ontem(14) sua primeira Assembleia Geral de 2017. O objetivo foi avaliar as atividades desenvolvidas ao longo de três anos e definir programação de ações visando o crescimento e desenvolvimento do Município do Sul do Paraná.

Inicialmente o Coordenador Geral, Ademilson Mensor, destacou a importância do fortalecimento da união das 37 entidades úblicas, privadas e do terceiro  setor, que formam a organização voluntária. Representantes dos Eixos Educação, Saúde, Emprego e Renda; e Desenvolvimento Urbano relataram os trabalhos efetuados  e elencaram as ações prioritárias para esse ano, com base no Plano Estratégico de Desenvolvimento de Palmas.

O grupo também iniciou as discussões para a realização do II Encontro de Líderes, que busca o fortalecimento político do município  e a aproximação com os representantes nos governos estadual e federal. Inicialmente marcado para o mês de junho, o Movimento pretende novamente reunir as lideranças locais e os deputados estaduais e federais que assinaram a Carta de Palmas em 2014, para debater as carências e potencialidades locais.

O Movimento enfatizará as reivindicações do município e abrirá espaços para manifestações dos parlamentares para a prestação de contas de seus mandatos, assim como ocorreu em 2015. Treze agentes políticos que assinaram o documento estão na Assembleia do Paraná e na Câmara Federal.

Outro assunto foi a mudança na composição da Coordenação do Movimento, que há três anos tem a frente o Diretor da Rede Bom Jesus de Comunicação, como coordenador Geral e o empresário Jerry Marini, como vice. Por sugestão da Assembleia, o atual grupo permanecerá pelo período necessário ao fortalecimento dos Eixos e, posteriormente, novos atores sociais deverão dar encaminhamento as ações na entidade.