A previsão de tempo chuvoso no último sábado, dia 3 de outubro, não afastou o público da Rua da Alegria, evento realizado no município de Francisco Beltrão, sudoeste do Paraná, que integrou o Movimento Compre do Pequeno Negócio. Pelo contrário, famílias, amigos, visitantes e clientes participaram do evento que trouxe promoções e atrações, chamando a atenção para o consumo consciente de produtos e serviços de micro e pequenas empresas.

A programação, realizada na Avenida Julio Assis Cavalheiro, no perímetro comercial chamado de Alto da Julio, mobilizou o comércio, a maioria lojista, que enfeitou fachadas e identificou equipes com a logomarca e cores do Movimento. A iniciativa teve como realizadores o Sebrae/PR, a Associação de Potencialização de Espaços Comerciais de Francisco Beltrão (APEC), a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR), o Alto da Julio, a Associação Empresarial de Francisco Beltrão (ACEFB) e o Sindicato do Comércio de Francisco Beltrão (Sindicom).

Para Rosangela Geremia Roessler, empresária, a iniciativa chamou a atenção para a importância dos pequenos negócios na economia e também atraiu clientes. “Os eventos da Alto da Julio são reconhecidos pelos clientes e, com o movimento, tivemos uma potencialização, atraindo novos e também mantendo quem já compra conosco.  Tivemos boas vendas nesse sábado”, comemorou a empresária.

Outro empreendedor, Rossano Ruaro, reforçou que o Alto da Julio, onde foi realizado o Movimento, tem na maioria micro e pequenas empresas. Por isso, na sua opinião, a iniciativa foi bem-recebida pelos consumidores e também pelos comerciantes. “Estimular a compra nas micro e pequenas, além de chamar a atenção para a força do segmento, também vai aproximar os empresários.  Juntos, podemos melhorar e ser mais competitivos. Por isso, esse tipo de Movimento deve se repetir ao longo do ano”, sugeriu Rossano.

O consumidor participou do Movimento no Alto da Julio, comprando é claro, mas também fazendo do evento um ponto de lazer. A dona de casa Eni de Castro levou as duas netas para participar das brincadeiras. Ela disse que não tinha a intenção de fazer compras, mas que anotou o valor de preços e produtos.  “Estava muito bonito e atraiu muita gente. Não comprei nada, mas vi coisas que me interessaram e, na próxima semana, vou procurar a loja”, assegurou.

A professora Vanessa Spessatto, elogiou a iniciativa dos organizadores e empresários.  Para Vanessa, a simples plaquinha de desconto não chama mais a atenção do consumidor. “Tem que inovar e criar atrativos. Nesse caso, além das promoções, da decoração da rua, o evento trouxe um motivo, que foi fortalecimento dos pequenos empresários e isso poderia se repetir em outras datas”, avaliou a professora.

A consultora do Sebrae/PR, Jocelei Fiorentin, avaliou o evento em Francisco Beltrão pela participação e sua importância econômica e social. “Tivemos uma grande participação, comerciantes otimistas com as vendas, atraímos consumidores e chamamos a atenção para o Movimento Compre do Pequeno Negócio, que é um ato transformador que beneficia a todos, valorizando as empresas locais e estimulando a economia por meio da potencialização dos pequenos negócios”, completou Jocelei.