Por Evandro Artuzi

Mais 50 (cinqüenta) militares chegaram ao 16º Esquadrão de Cavalaria Mecanizado de Francisco Beltrão nesta terça-feira (17/04). Os militares vieram do 34º Batalhão de Infantaria de Foz do Iguaçu e passam a integrar as equipes que buscam pelo Fuzil roubado no dia 29 der março. Com a chegada desses, são agora 350 (trezentos e cinqüenta) militares envolvidos na procura pela arma.

 

A tropa foi recepcionada pelo Capitão Coutinho Nascimento, comandante do 16º Esquadrão, que aproveitou para antecipar a comemoração alusiva ao Dia do Exército, cuja data oficial é 19 de abril. Durante o ato desta terça-feira (17), o comandante garante que as buscas vão continuar diuturnamente e, se necessário, a tropa será ampliada nos próximos. Nascimento enfatiza que o Esquadrão sob seu comando está apto a receber mais 150 (cento e cinqüenta) homens, totalizado 500.

 

O comandante aproveitou a presença da imprensa e voltou a solicitar o apoio da comunidade denunciando qualquer ato suspeito na cidade e arredores. As denúncias podem ser feitas pelo telefone (46) 3524 -5453, sempre mantendo em sigilo a identidade do denunciante. Quanto ao IPM (Inquérito Policial Militar) que apura o roubo, Nascimento declarou que muitas pessoas já foram ouvidas e as informações têm auxiliado nas investigações.

 

Como a possibilidade da arma não estar mais em Francisco Beltrão é grande, o Exército alerta os envolvidos para os problemas que terão ao realizar uma possível transação. O Capitão reafirmou o que disse na semana passada: “Se não estiver aqui vai voltar”.