Enquanto as finanças do governo vão de mal a pior, a boa notícia vem do mercado de milho no Brasil. O grão vive um pico de alta nos preços e um levantamento da consultoria Safras&Mercado, divulgado nesta terça-feira (29), informou que na praça de Campinas (SP) as cotações do grão atingiram R$ 40 por saca, um dos preços mais altos dos últimos anos. No sudoeste do Paraná, o preço médio é de R$ 25.

Em entrevista ao Mercado&Cia Do Canal Rural, a analista de mercado da Tendências Consultoria, Marcela Mello, aponta que a média nacional das cotações em 2016 vai ficar em R$ 32 por saca, com forte tendência a atingir a média de R$ 40.

“A expectativa é que os preços se mantenham sustentados, especialmente até a entrada da safrinha. Dependendo da evolução das exportações e oferta interna, há possibilidade que atinjam a média de R$40 nacional ou até um pouco mais”, destaca Marcela.

O último dado revelado na segunda-feira (28) pela Secex – Secretaria de Comércio Exterior – mostrou que as quatro primeiras semanas de dezembro foram de novo recorde de exportação de milho, quando o Brasil embarcou mais de 5 milhões de toneladas. Bons ventos estão soprando a favor dos produtores do grão para o ano novo.