O fim da exploração do homem pelo homem e a fraternidade universal  são os eixos centrais da Mensagem do Papa Francisco para o ano Ano Novo 2015 .  O sumo pontífice propõe uma profunda reflexão sobre os conflitos e guerras ideológicas envolvendo países e religiões, propondo o diálogo a paz. O Dia Mundial da Paz foi instituído por Paulo VI e é celebrado todos os anos no primeiro dia de janeiro. A Mensagem do Papa é enviada para todo o mundo e indica também a linha diplomática da Santa Sé para o ano que se inicia.

Na mesma temática da Campanha da Fraternidade Brasileira de 2014,  alerta e denuncia para as diferentes formas de escravidão ainda praticadas no mundo. O Papa exorta aos cristão para uma nova postura diante de um novo tempo  e para que tornem-se “artífices da globalização da solidariedade e da fraternidade que possa devolver-lhes a esperança e levá-los a retomar, com coragem, o caminho através dos problemas do nosso tempo e as novas perspectivas que este traz consigo e que Deus coloca nas nossas mãos”.

MENSAGEM DO SANTO PADRE FRANCISCO
PARA A CELEBRAÇÃO DO XLVIII DIA MUNDIAL DA PAZ

1º de janeiro de 2015

JÁ NÃO ESCRAVOS, MAS IRMÃOS

No início de um novo ano, que acolhemos como uma graça e um dom de Deus para a humanidade, desejo dirigir, a cada homem e mulher, bem como a todos os povos e nações do mundo, aos chefes de Estado e de Governo e aos responsáveis das várias religiões, os meus ardentes votos de paz, que acompanho com a minha oração a fim de que cessem as guerras, os conflitos e os inúmeros sofrimentos provocados quer pela mão do homem quer por velhas e novas epidemias e pelos efeitos devastadores das calamidades naturais. Rezo de modo particular para que, respondendo à nossa vocação comum de colaborar com Deus e com todas as pessoas de boa vontade para a promoção da concórdia e da paz no mundo, saibamos resistir à tentação de nos comportarmos de forma não digna da nossa humanidade. Leia Mais…..