Aproximadamente 20 mil doses de vacinas foram aplicadas entre os últimos meses de setembro e janeiro deste ano, nas unidades de saúde de Palmas, sul do Paraná. Os dados foram divulgados pela responsável pelo setor de imunização, Luciane Conrad, ao recomendar que a carteira de vacinação atualizada é muito importante em todas as idades.

No período,  na Sala de Vacinação do Posto Central foram aplicadas 12.966 vacinas. Na UBS Lagoão; 3.571 vacinas; Rocio,  160 vacinas; Klubegi 1.109 vacinas; Eldorado 558 e Santuário 725 vacinas.

Destacou que a demanda por vacinas aumentou, consideravelmente, a partir da obrigatoriedade da apresentação da carteira de vacina no ato da matrícula escolares. Com isso foi detectado, que um grande número de crianças estava sem vacinas ou com a carteirinha desatualizada.

Salientou que as vacinas são as  ferramentas mais eficazes no combate a agentes infecciosos. É por meio delas, que quando nosso corpo detecta o microrganismo, automaticamente produz  anticorpos necessários para evitar que a doença aconteça e se desenvolva. “Quanto maior o número de pessoas protegidas, menor é a chance de elas serem atingidas por doenças. Com a prevenção, o número de pessoas hospitalizadas diminui e há uma drástica redução da mortalidade e nos gastos com medicamentos”, avaliou. Informou que em caso de dúvida sobre o calendário e as doses necessárias, basta procurar orientação em qualquer uma das unidades de saúde do município.