Posse de Rogério Masetto ocorrida no dia 27 de março de 2015. Foto: Arquivo RBJ.
  • Compartilhe no Facebook

Posse de Rogério Masetto ocorrida no dia 27 de março de 2015. Foto: Arquivo RBJ.

“Me desejem sorte e que Deus nos acompanhe nesta caminhada”, com esta frase Rogério Masetto assumiu a Prefeitura de Chopinzinho em março de 2015. Com o encerramento de quase dois anos de mandato, chegou o momento de realizar uma retrospectiva de seu período como chefe do Poder Executivo.

No início, a principal dificuldade que se apresentou na gestão foi a falta de um Procurador, que sem o qual, compromete o andamento da Administração Pública. Também, por se tratar de um período de instabilidade política, os planejamentos de médio e longo prazo ficaram prejudicados. “Moralmente o Município estava em uma situação desfavorável, no aspecto local, regional e estadual. Perdemos o apoio político Estadual e Federal, dificultando ainda mais o andamento dos projetos”, ressalta Rogério.

O primeiro passo durante a gestão foi readequar os processos para que fossem realizados integralmente de modo legal. Foi feita uma reforma administrativa e dos setores internos da própria Prefeitura. Foi estabelecido um novo organograma de trabalho, com diminuição de secretarias, departamentos e divisões, bem como de cargos comissionados. Neste processo, retomou-se a credibilidade do Município, com processos licitatórios e de contratação, com pagamentos garantidos a todos que prestaram serviço à Prefeitura.

Uma preocupação, resolvida ao longo do mandato, foi da conclusão de obras inacabadas – UBS`s do Frei Vito, São Francisco, Santa Inez e São Luis, o novo Paço Municipal, calçamentos em diversas comunidades, as casas do Loteamento Novo Horizonte -, que dependiam de contrapartida de recursos próprios do Município. “Nós priorizamos e concluímos todas. No meu entendimento, obra pública inacabada é dinheiro público jogado fora”, explica Rogério.

Neste sentido, a organização financeira foi um dos pilares do período da gestão, que buscou quitar dívidas, corte de gastos, entre outros, que são o motivo pelo qual hoje, o saldo deixado para a próxima gestão é positivo, com dinheiro em caixa.

No período, foi realizado concurso público para ampliação do quadro de funcionários efetivos, com contratação de procuradores, médicos, profissionais para a área de assistência social, dentre outros. Também, a situação da Policlínica Chopinzinho (com problemas em âmbito estadual, no que diz respeito a pagamentos), foi resolvida.

“Fomos em busca de novos investimentos, pavimentação asfáltica nas ruas da cidade – com quase R$ 2.000.000,00 de ruas e calçadas feitas no mandato -, manutenção das estradas rurais, manutenção de maquinário de obras (com estoque de pneus suficiente para todo 2017), investimento na revitalização da Avenida XV de novembro, valorizamos o funcionário público, ofertando 4% de aumento acima da inflação, coisa que há 14 anos não acontecia”, elenca o Prefeito.

Na parte de ICMS ecológico, houve mudança na postura de negociação com as lideranças indígenas. Hoje, além de demandas atendidas, as estradas rurais que cortam a Reserva Indígena estão todas com calçamento, facilitando trânsito e escoamento da produção da região.

“Vejo que nosso maior legado, acima de obras e investimentos, foi a mudança do modelo de gestão, feito de forma técnica e planejada, de acordo com receita e despesa, mês a mês, controlado. Também, não fizemos nada que não tivesse uma base jurídica”, contextualiza Rogério, colocando ainda, como ponto forte, o `não-engavetamento` das coisas, com problemas antigos sendo resolvidos. Este foi o caso dos barracões cedidos à empresários, problema que se arrastava há mais de 20 anos, e que juntamente à esses empresários, chegou-se a um termo de ajustamento de conduta plausível, que vai restituir R$ 15 milhões aos cofres públicos Chopinzinhenses. Com novas Leis de incentivo, parte do dinheiro será utilizado para fomentar empresas, emprego e indústrias no Município.

O período de transição para a próxima gestão se iniciou logo após as eleições e está sendo feito de modo transparente. Diferente de outras cidades, o Prefeito eleito, Álvaro Scolaro, teve acesso ao andamento da Administração Municipal, inclusive solicitando medidas que estão sendo feitas neste mandato, para agilizar o andamento do próximo.

“Nenhum prefeito que terminou o mandato vai sair tão feliz como eu estou saindo. Foi uma grande honra estar a frente do Município durante este período, tenho orgulho de ter sido Prefeito de Chopinzinho. Será uma coisa que contarei aos meus filhos e netos”, conclui Rogério.

Ações:
Departamento de Planejamento e Projetos
Obras concluídas:
– Paço Municipal
Valor pago no período: R$ 163.780,77
Valor total da obra: 3.265.764,05

– Calçamento Santo Antônio
Valor pago no período: R$ 52.184,17
Valor total da obra: R$ 360.108,62

– UBS Bairro Frei Vito
Valor pago no período: R$ 251.176,55
Valor total da obra: R$ 841.415,15

– UBS Distrito São Francisco
Valor pago no período: R$ 374.783,10
Valor total da obra: R$ 596.807,60

– UBS Distrito São Luiz
Valor pago no período: R$ 261.841,95
Valor total da obra: R$ 597.271,28

– UBS Distrito Santa Inês
Valor pago no período: R$ 362.238,03
Valor total da obra: R$ 592.497,17

– Unidades Habitacionais
Valor pago no período: R$ 375.607,77
Valor total da obra: R$ 865.245,66

– Calçamento Bugre – Bugre Alto
Valor pago no período: R$ 189.252,41
Valor total da obra: R$ 396.170,98
– Recape Bairro São Cristóvão
Valor pago no período: R$ 282.005,43
Valor total da obra: R$ 282.005,43

– Cobertura de Mangueiras
Valor pago no período: R$ 179.725,66
Valor total da obra: R$ 179.725,66

– Reforma CEOCA
Valor pago no período: R$ 56.812,59
Valor total da obra: R$ 56.812,59

– Reforma UBS Bugre
Valor pago no período: R$ 10.935,27
Valor total da obra: R$ 10.935,27

– Execução de Piso de Concreto na Escola Tasso Azevedo da Silveira
Valor pago no período: R$ 20.387,00
Valor total da obra: R$ R$ 20.387,00

– Reforma Cobertura Escola Municipal Maria Evanira
Valor pago no período: R$ 69.901,62
Valor total da obra: R$ 69.901,62

Obras em andamento:

– Calçamento Santa Cruz – Nossa Senhora das Graças
Valor pago no período: R$ 388.405,56
Valor total da obra: R$ 953.445,00

– Calçamento Santa Inês – Cristo Rei
Valor pago no período: R$ 143.058,74
Valor total da obra: R$ 798.694,24

– Creche Proinfância
Valor pago no período: R$ 89.897,97
Valor total da obra: R$ 1.673.215,40

– Recape Asfáltico em CBUQ em vias urbanas
Valor pago no período: R$ 1.202.861,84
Valor total da obra: R$ 1.743.397,35

– Calçamento Nossa Senhora das Graças – Linha Aparecida
Valor pago no período: R$ 129.957,05
Valor total da obra: R$ 713.854,16

OBRAS EM FASE DE LICITAÇÃO

– Quadra de Esportes Passo da Erva
Valor total da obra: R$ 354.510,71
Valor do repasse: R$ 243.750,00 – Ministério do Esporte
Valor da contrapartida: R$ 110.760,71

– Recape Asfáltico em CBUQ em vias urbanas
Valor total da obra: R$ 1.002.487,07 – Financiamento SEDU

PROJETOS EM ANDAMENTO

– Requalificação de terreno urbano com pista de caminhada, iluminação e pista de Skate – Parque Urbano Águas do Chopim
Valor do repasse: R$ 245.850,00 – Ministério das Cidades
Valor da contrapartida mínima: R$ 9.150,00

– Rede de Abastecimento Linha Fartura
Valor do repasse: R$ 250.000,00 – Fundação Nacional de Saúde
Valor da contrapartida mínima: R$ 1.000,00

– Centro de Especialidades
Valor do repasse: R$ 799.700,00 – Ministério da Saúde

– Recapeamento Asfáltico de Vias Urbanas
Valor do repasse: R$ 493.100,00 – Ministério das Cidades
Valor da contrapartida mínima: R$ 6.900,00

– Reforma UBS Nossa Senhora Aparecida
Valor total da obra: R$ 160.827,72 – Secretaria da Saúde – Estado do Paraná

– Reformas Escola Nota 1000 (programa do Estado)
Reformas de até R$ 100.000,00 por escola.
CEEBJA
Colégio Estadual do Campo Cely Tereza Grezzana
Colégio Estadual do Campo Escola João Paulo I
Escola Estadual do Campo Linha Aparecida
Escola Estadual Indígena Jykre Tag
Escola Estadual Indígena Vera Tupã
Escola Estadual do Campo São Luis

Secretaria de Educação:
– Investimento de 33% do orçamento;
– Foram chamados e reclassificados 100 Professores da Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental;
– Formação continuada para os professores de 40 horas anual;
– Aumento da hora atividade para 33% para que os professores municipais possam estudar e preparar uma boa aula para seus alunos é essencial para uma educação de qualidade;
– Reforma do Parque da Escola Coronel Santiago Dantas R$ 10.000,00 de investimentos com recursos próprios do município;
– Implantação da UNATI em Chopinzinho
– Cursinho Pré vestibular gratuito – 120 alunos atendidos R$ 44 mil reais
– Transporte acadêmico gratuito – R$ 853.000,00 com recursos próprios do município;
– Segundo dados do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, o Município de Chopinzinho ficou em 3º lugar no ÍNDICE DE EFICÁCIA DA EDUCAÇÃO MUNICIPAL, dentre as 399 municípios paranaenses;
– Escolas municipais superam novamente o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) Em 2013 Chopinzinho ficou com a nota de 6,1 e em 2015 com 6,3, ficando acima da média projetada em 2015 que era de 5,9;
Secretaria de Assistência Social:
– Ações (reuniões, palestras) voltadas a erradicação do trabalho infantil; plano de ação será executado até 2017, até o momento foram atendidas aproximadamente 315 pessoas.
– Realização da campanha 18 de maio contra violência e exploração sexual de crianças e adolescentes; participação de aproximadamente 700 pessoas nos três períodos (manhã, tarde e noite).
– Grupos do serviço de atendimento especializado a famílias e indivíduos -paefi com reuniões, palestras e atividades recreativas, oficina de música para crianças e adolescentes, oficina de muay thai, acompanhamento de medidas sócio educativas, atividades essas pertencentes ao creas, em média de 67 participantes mensalmente nas atividades acima mencionadas;
– Grupos do programa de atenção integral a família – paif, serviço de convivência e fortalecimento de vínculos, programa bolsa família e família paranaense com reuniões, palestras e atividades recreativas atividades estas pertencentes aos cras nossa senhora aparecida e central, grupos desenvolvidos no interior e na cidade; (dia ativo, dia do idoso, dia do bairro, dia da comunidade, viver bem, idoso em ação, projeto gestante indígena) aproximadamente 1010 participantes mensalmente nas atividades;
– Atendimentos individuais e coletivos em média mensalmente 840 pessoas atendidas no cras central, cras nsa e creas;
– Programa projovem adolescente – 15 a 17 anos; projeto á caminho do futuro – 07 a 14 anos; participação de aproximadamente 300 participantes mensalmente.
– Evento em comemoração ao dia da mulher/2016 com a participação de aproximadamente 1000 mulheres;
– Conferências municipais da criança e adolescente, de assistência social, do idoso, da pessoa com deficiência, de segurança alimentar, da mulher, aproximadamente 600 participantes nas conferências.
– Natal solidário 2015 e 2016 com a participação de aproximadamente 3.000 pessoas.
Secretaria de Saúde:
– Contratação de Servidores: 46, dentre Médicos, Cirurgiões Dentistas, Fonoaudióloga, Técnico de Segurança no Trabalho, Enfermeiros, Técnicos de Enfermagem, Agentes Comunitários de Saúde, Agentes de Endemias, Auxiliar de Serviços Gerais, Estagiários, Motoristas e Técnico de Informática.
– Aquisição de 11 veículos;
– Locação e separação de espaço para uso da Vigilância Sanitária;
– Construção de novas 04 Unidades Básicas de Saúde e Reforma de 01 UBS.