Um mapa do brasil desenhado no concreto e, que pode ter sido construído logo após a Guerra do Contestado entre 1912 e 1916, foi localizado durante escavações para a revitalização de uma praça em União da Vitória, no Sul do Paraná, nesta semana. A obra que ficou soterrada por diversos anos, fara novamente parte da Praça Cel. Amazonas, no centro da cidade.

  • Compartilhe no Facebook
Conforme o Secretário de planejamento, Clodoaldo Cleverson Goetz, à reportagem de Cristiano Ferreira ao Canal 4 TV, sem terem conhecimento,  o projeto atual previa a construção de um mapa do Brasil no local. Entretanto, professores e historiadores informaram que no passado, que isso já existia, sem informações, entretanto, quando teria sido edificado e nem mesmo quando foi encoberto.

Após o achado, a ideia é se fazer um levantamento histórico com o auxílio de historiadores e mantê-lo protegido e com placa relatando os fatos que o cercam. “Eu ouvi falar que esse mapa foi uma exigência do governo paranaense ao governo federal, quando da separação dos Estados do Paraná e Santa Catarina”, disse ele.

HISTÓRIA DO PR E SC

Houve longa disputa de limites entre os dois estados e catarinenses reivindicavam como suas divisas com o vizinho do norte, os rios Iguaçu e Negro. Os paranaenses consideravam que toda a região dos Campos de Palmas, de União da Vitória até o Rio Caçador e das saliências do Timbó, de Três Barras, Rio Negro, Itaiópolis e Papanduva, constituía parte de seu território.

Os catarinenses obtiveram sentenças do Supremo Tribunal Federal a seu favor nos anos de 1904, 1909 e 1910 e a execução dessas decisões era inviabilizada por pressão política dos paranaenses.

Somente em 1916 é que um acordo foi assinado, pelo qual a área de disputa ficaria assim dividida: perto de 28 mil quilômetros quadrados para Santa Catarina e cerca de 20 mil para o Paraná. Esse acordo fez o Paraná ceder todo o atual Oeste catarinense para o estado vizinho.