O mandato do deputado federal Assis do Couto lançou nesta segunda-feira (24) um documentário sobre o Projeto de Lei que cria a Estrada-Parque Caminho do Colono. O projeto, já aprovado na Câmara dos deputados, hoje tramita no Senado Federal. O vídeo, que traz dezenas de depoimentos sobre a história e o futuro da estrada, é também um apelo para que a população do Paraná defenda a causa e pressione os senadores a votarem o projeto ainda neste ano.

Para assistir o documentário, que tem pouco mais de dez minutos, basta acessar a página do mandato do deputado Assis do Couto no Facebook. O vídeo também está disponível na página do mandato na internet (www.assisdocouto.com.br). “Queremos que o maior número de pessoas possível tenha a chance de ver o nosso lado da história. Muitas informações divulgadas pela grande mídia vêm dos ambientalistas, dos órgãos internacionais, que por várias vezes se posicionaram contra o nosso projeto. Mas vamos mostrar o nosso lado da história. Por isso, todos que querem ajudar a debater esta causa, podem compartilhar o vídeo nas redes sociais e ajudar neste engajamento”, afirmou o parlamentar.

Foram mais de três meses de trabalho para coletar os depoimentos e fazer a edição do material. “Tivemos a ideia de ouvir a população e também especialistas sobre o assunto. Conversamos com agricultores familiares, que são vizinhos do Parque Nacional do Iguaçu, mas também ouvimos engenheiros, professores, comerciantes”, complementa o deputado.

Os primeiros a assistir ao documentário foram moradores de Capanema, ainda na semana passada, quando Assis palestrou na 2ª Bienal do Livro, que teve a Estrada do Colono como um dos temas principais de debates. O evento trouxe também uma série de fotografias históricas ilustrando a importância do caminho na colonização não apenas da região Sudoeste, mas também do Sul do Brasil.

“Nós esperamos a mesma participação da população para que seja aprovado no Senado e sancionado pela presidente da república. O nosso convite é para que todos que amam o parque querem o bem do parque, nos ajudem, participem. Interajam com os senadores, com o Executivo, e participem. Neste segundo semestre de 2015, vamos fazer muitas atividades de discussão sobre o Parque Nacional do Iguaçu e sobre a Estrada do Colono. As pessoas que querem restabelecer a verdade sobre o Parque Nacional do Iguaçu, do Caminho do Colono, ajudem a gente a vencer esta batalha”, conclui Assis.