por Ivan Cezar Fochzato ( atualizada às 16h20)

 

Mais um feto foi encontrado no início da tarde desta segunda-feira (25), às margens do Rio Lajeado, próximo da ponte na Rua Gregório Sendeski, no Bairro São José, em Palmas. O feto, ainda com a placenta e o cordão umbilical, foi avistado por um morador que conduzia um animal que havia levado para pastar nas proximidades do Rio, por volta das 13h00. Inicialmente o morador, que não quis ser identificado, contou à reportagem do Portal RBJ, que pensava se tratar de uma boneca, mas ao chegar próximo, percebeu se tratar de um feto humano.

 

Rapidamente comunicou do fato  ao vereador Cláudio de Oliveira, que mora nas proximidades e este acionou a Polícia Militar que protegeu o local até a chegada da Polícia Civil, que recolheu o feto e encaminhou ao Instituto Médico Legal para a necropsia.  

 

Conforme o necropsista, Fernando Marcondes, trata-se de um feto do sexo masculino,  que estava num estágio de quatro meses de gestação, pesando 435 gramas e 30 centímetros de comprimento e que morreu por um aborto provocado.As demais informações sobre a necrópsia serão apresentadas em laudo à polícia judiciária.

 

Outra informação repassada pelo necropsista, é de que a criança tenha sido abortada em um período não superior a vinte quatro horas, antes de ter sido jogada às margens do Rio Lajeado.

 

Suspeita-se que a intenção era jogar o feto na água, o que não foi possível, ficando há uns trinta centímetros, na margem do rio.

 

No último sábado, o feto masculino com aproximadamente sete meses de gestação foi encontrado num saco de lixo Aterro Sanitário de Palmas.Clique e saiba mais.