Armazenados em um dos departamentos das Rádios Club AM e Horizonte FM há vários anos, mais de mil documentos perdidos esperam pelos donos. São carteiras de motorista, de trabalho, cédulas de identidade, dentre vários outros, totalmente esquecidos. Há pelo menos três grandes caixas repletas de documentos pessoais, funcionais e cartões para diversos fins.

Os documentos foram deixados por pessoas encontram carteiras nos mais diversos locais e as encaminharam para as emissoras que mantém uma relação da documentação, deixando-os à disposição dos respectivos proprietários.

Entre os documentos, identidade, de trabalho e de motoristas e CPFs são os que apresentam maior volume. Em rápido levantamento pela recepcionista, Cristiane Dzovoniarkievicz Dall’ó, foram contados 570.Há pelo menos outros 500 cartões de crédito e previdenciários.

Ainda estão à disposição títulos eleitorais, placas e chaves de automóveis e motocicletas, dentre vários outros objetos. Diariamente há mais pessoas deixando documentos do que procurando, embora  muitos vem desesperadamente recorrer a emissora para anunciar perdas ou procurar algum.

Relatou que ao conferir o nome das pessoas para inserir na lista  foi encontrada uma Carteira de Trabalho de uma mulher nascida em 1923,por exemplo. O setor está solicitando que se alguém em algum momento extraviou ou teve furtada sua documentação, que procure a portaria da emissora. Os documentos que não forem retirados serão encaminhados a outros órgãos públicos que poderão destruí-los depois de certo tempo.

Com a atual facilidade na obtenção de um novo documento, através de segunda via até mesmo pela internet, grande parte dos que perdem os documentos ficam mais preocupados em registrar a ocorrência de perda ou furto para, posteriormente, engrossar as filas e ficar esperando pela segunda via da documentação, do que  tentar localizá-los.