Entre secretários de educação e prefeitos, mais de 46 municípios participaram, durante toda esta sexta-feira (27) em Dois Vizinhos, do Escritório FNDE, articulado pelo deputado federal Assis do Couto, em parceria com a Bancada Federal do Paraná. Foi a primeira vez que o evento aconteceu na região Sudoeste do Paraná. Para o deputado e também prefeitos que participaram do Escritório FNDE, o evento foi um sucesso.

Além do deputado Assis do Couto e do presidente do FNDE (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação), Idilvan Alencar, participaram da Mesa de Honra do evento o prefeito de Dois Vizinhos, Raul Isotton, o presidente da Amsop (Associação dos Municípios do Sudoeste do Paraná), Altair José Gasparetto, a secretária de Educação de Dois Vizinhos, Nicaretta, representando os demais secretários de educação presentes, o presidente da Comissão de Educação da Amsop, prefeito de Ampére, Hélio Alves, e também representantes do legislativo de Dois Vizinhos.

Durante todo o dia, secretários e prefeitos puderam tirar dúvidas sobre prestação de contas, programas, investimentos, e projetos que tramitam no FNDE. O Escritório FNDE é uma nova forma de atendimento adotada pela autarquia federal para atender os municípios sem que secretários ou prefeitos precisem ir à sede do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, em Brasília.

“Se nós somarmos os investimentos do FNDE nos últimos dez anos, da mais de 200 milhões nos municípios da região nas várias áreas: escolas, creches, ônibus, além do conjunto de programas que hoje viabilizam a educação dos municípios”, afirmou o deputado Assis do couto.

Para ele, o evento foi um sucesso. “Estar aqui o presidente do FNDE falando sobre as políticas do fundo e uma equipe atendendo secretários e prefeitos é algo muito mais que político, é algo prático e operacional, que atende a necessidade dos municípios”, afirmou.

O presidente do FNDE destacou a importância da aproximação com os municípios. “A equipe tira dúvidas, inclusive sobre a prestação de contas. O escritório é isso: uma forma de aproximar a região do FNDE e, claro, do governo federal”, disse. “É grande o volume de obras aqui na região. E a intenção é que a gente faça os pagamentos todos para poder inaugurar obras neste mês de dezembro, creches e escolas”, completou.