Assinatura com o prefeito de São João.
  • Compartilhe no Facebook

Assinatura com o prefeito de São João.

O Contrato de Programa que formaliza as metas de atendimento dos serviços de saneamento básico, definidas nos Planos Municipais de Saneamento Básico (PMSB), foi assinado por mais seis municípios na Região Sudoeste do Estado. Neste mês, foram confirmadas as parcerias com a Sanepar por mais 30 anos em Clevelândia, Mariópolis, Sulina e São João. Os outros dois municípios que também terão a continuidade dos serviços prestados pela Sanepar são Saudade do Iguaçu e Chopinzinho. “Com a assinatura destes contratos, a Sanepar poderá continuar investindo em obras, melhorias, otimização e modernização dos sistemas”, afirma o gerente geral da Sanepar, Renato Mayer Bueno.

Na quarta-feira (28), o prefeito de Clevelândia, Álvaro Felipe Valério, assinou a autorização para que a Sanepar continue prestando os serviços de abastecimento público e de esgoto sanitário. As metas contratuais preveem a manutenção do índice de atendimento com água tratada em 100% e que a rede coletora de esgoto chegue a 90% na área urbana da sede do município, até 2020. Para atingir essa meta já estão em andamento as obras de ampliação do sistema de esgoto sanitário e está em curso o projeto para implantação de mais 12 quilômetros de redes coletoras.

O prefeito de Mariópolis, Mário Eduardo Lopes Paulek, renovou a parceria na terça-feira (27), junto com o gerente regional de Pato Branco Aderbal Roncatto. Para a manutenção do atendimento de 100% da população urbana com água tratada, a Sanepar concluiu recentemente as obras de um novo reservatório para armazenar 200 mil de litros de água. A nova unidade dobrou a capacidade de reservação do sistema de abastecimento. Está em desenvolvimento o projeto para implantação do sistema de esgoto sanitário da cidade. A meta prevista no PMSB é contemplar 65% da área urbana com a rede coletora de esgoto até 2017.

Em Sulina estão previstas obras de melhorias operacionais em todas as unidades de produção, distribuição e armazenamento da água tratada. No ato da assinatura do Contrato de Programa, a Sanepar anunciou ao prefeito Almir Maciel da Costa que serão executadas ainda as reformas e ampliações no laboratório, na casa de química e no escritório de atendimento ao público da cidade.

A meta de atendimento com o sistema de coleta, remoção e tratamento de esgoto de São João aos moradores da área urbana da cidade é de 90% até 2020. O anúncio dos projetos e da busca de recursos foi feito ao prefeito Altair José Gaspatetto, durante a assinatura da parceria para que a Sanepar continue gerindo os serviços de abastecimento e de esgotamento sanitário do município.

CHOPINZINHO E SAUDADE – Para manutenção de 100% do atendimento com água tratada em Chopinzinho, a Sanepar está ampliando o sistema de abastecimento. A nova Estação de Tratamento de Água está sendo construída nas margens do Rio Chopinzinho. Os gerentes Renato Bueno e Aderbal Roncatto informaram ao prefeito Leomar Bolzani que os investimentos de mais de R$ 3,7 milhões vão garantir água tratada aos moradores da área urbana. Fazem parte do conjunto de obras de ampliação do sistema a instalação de estações elevatórias e adutoras e as adequações e melhorias das redes de distribuição de água do sistema. Para o sistema de esgoto sanitário a meta é ampliar dos atuais 64% para 80% o índice de atendimento com a rede coletora do esgoto doméstico. Esse índice deverá ser mantido até o final da vigência do contrato.

A Sanepar está licitando as obras de implantação de mais um reservatório para 200 mil litros de água na cidade de Saudade do Iguaçu. A unidade de reservação vai ampliar em 30% a capacidade de reservação do sistema. Durante a assinatura do Contrato de Programa foi anunciado ao prefeito Mauro César Cenci que a Sanepar vai realizar ainda obras de melhorias em todo o sistema de distribuição de água da cidade.

OUTROS BENEFÍCIOS – A continuidade na prestação dos serviços de saneamento por parte da Sanepar traz mais vantagens aos seis municípios. A Companhia de Saneamento do Paraná irá repassar mensalmente 1% do montante arrecadado ao Fundo Municipal de Meio Ambiente de cada município. Os recursos devem ser aplicados na proteção e conservação do meio ambiente. Outro benefício é o desconto de 50% nas tarifas de água e esgoto aos prédios públicos municipais. “Com a redução dos valores, os municípios poderão direcionar os recursos para aplicação em outras áreas como saúde, educação e infraestrutura”, destaca o gerente Renato Mayer Bueno.