Mãe acusada do crime foi presa pela Polícia Militar. Foto: Jeferson Cascavel (Equipe COP)
  • Compartilhe no Facebook

Mãe acusada do crime foi presa pela Polícia Militar. Foto: Jeferson Cascavel (Equipe COP)

Um crime bárbaro registrado nesta segunda-feira (07) chocou os moradores do Jardim Panorama, no bairro Contorno, em Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais. Uma mulher foi presa pela Polícia Militar suspeita de matar a própria filha de apenas três dias de vida. Ela teria degolado a criança horas depois de receber alta do hospital.

O Serviço Reservado recebeu uma denúncia no início da tarde de hoje relatando que a mulher havia matado o bebê e escondeu o corpo no quintal. Equipes foram até o local e conversaram com a mulher, identificada como Maria Geni Lourenço de Oliveira, 41 anos, que confessou o crime.

A mulher revelou que escondeu o corpo da criança, identificada como Vitória, embaixo de telhas nos fundos da residência. A arma usada no crime, uma faca, foi apreendida dentro da casa. Ela já tinha lavado, mas confessou ter usado a arma para cometer o crime.

Peritos do Instituto de Criminalística e o Instituto Médico Legal (IML) estiveram no local para levantar informações sobre o crime. A mulher foi levada até a 13ª Subdivisão Policial (13ª SDP) para prestar depoimento à Polícia Civil. A mãe revelou que matou a criança por estar depressiva e ainda enfrentando problemas financeiros.

Fotos: Jeferson Cascavel (Equipe COP)