Por Larissa Mazaloti

Foi transferido para a próxima semana, na quarta-feira (18), o lançamento oficial da “Campanha Tributo à Cidadania – Pacto pela Criança e Adolescente de Francisco Beltrão”, que estava marcado para amanhã (11). Na ocasião seriam repassados equipamentos comprados com recursos arrecadados através da campanha, às entidades assistenciais do município, no entanto, alguns dos equipamentos não chegaram a tempo.
A secretária municipal de Ação Social, Lurdes Arruda, explica a situação e salienta a importância da campanha que pode ser aderida a todos os cidadãos que pagam impostos. Ela lembra que há uma lei que permite o contribuinte optar por deixar o valor do imposto devido, no município.
Desta maneira, 6% do que é pago por pessoas físicas e 1% de pessoas jurídicas são destinados à estabelecimentos e organizações que trabalham com atividades assistenciais. “Não vemos mais as entidades pedirem donativos, porque a própria população, com o Tributo à Cidadania beneficia crianças e adolescentes que precisam de maior atenção”, esclarece.
De acordo com Lurdes, em 2009 a arrecadação foi de R$ 94.902 e a meta era de R$ 100 mil.

Ouça a entrevista feita pelo repórter da Onda Sul FM, Evandro Artuzi