Denúncias de supostos crimes eleitorais foram averiguadas na tarde desta sexta-feira (30) em Marmeleiro, no Sudoeste do Estado.

Policiais Federais, Militares e do Gaeco (Grupo de Atuação Espacial de Combate ao Crime organizado) realizaram diligências e apreenderam documentos e cestas básicas em alguns locais da cidade.  As apreensões foram entregues no Fórum da Comarca de Marmeleiro, para onde também foram levadas algumas pessoas para prestar esclarecimento.

De acordo com o Promotor Eleitoral, Pedro Scalco, se trata de um procedimento de praxe em época eleitoral e cabe agora uma investigação mais detalhada para constatar se de fato foi praticado crime eleitoral. Ele não aceitou gravar entrevista e também preferiu não revelar qual coligação estaria cometendo o crime eleitoral.