por Ivan Cezar Fochzato

 

A Justiça concedeu liminar de reintegração de posse aos proprietários da área ocupada pelos índios kaigangs da Terra Indígena de Palmas. O documento foi expedido por volta das 20 horas de ontem (30) com prazo de vinte e quatro horas para que os índios deixarem a área de oitenta alqueires de propriedade da família do prefeito de Palmas, Hilário Andraschko e também de Miguel Covati. Conforme Daniel Andraschko, o oficial de justiça acompanhado de agentes da Polícia Federal já esteve na área apresentando os documentos que determinam para a reintegração de posse à propriedade e apresentando os prazos que os índios tem para deixar o local.

 

Por outro lado, lideranças dos indígenas informaram que estão buscando junto a Funai em Chapecó medidas que garantam a permanência no local, até que um entendimento possa ser estabelecido um diálogo entre as partes. Conforme Mauri Santos Oliveira, da liderança indígena estaria buscando ainda na tarde de hoje, o agendamento de uma reunião para amanhã para tratar desta questão, uma vez que os kaigangs não estão propensos a deixar o local, antes que fiquem definidas várias questões relativas a esta situação, gerada pela ocupação da área.

Saiba maisKaigangs de Palmas retomam área de oitenta alqueires