por Ivan Cezar Fochzato

 

 O juiz eleitoral da Comarca de Palmas, Fábio Luis Decoussau Machado, participou na manha de hoje (08) do Programa Dinâmica 1050 da Rádio Club AM, onde abordou vários aspectos envolvendo o processo eleitoral na área da 32º. Inicialmente falou a respeito do processo de análise de documentação de pedidos dos registros de candidaturas tanto ao executivo, quando ao legislativo. Salientou que os pedidos de impugnação ocorridos não estavam relacionados a situações graves, tanto que, houve apenas dois indeferimentos de candidatos ao legislativo. Considerou que o processo, iniciado com as convenções em final de junho, transcorre normalmente na Comarca (Palmas/Coronel Domingos Soares).

 

O juiz eleitoral da Comarca de Palmas, Fábio Luis Decoussau Machado, repassou orientações de  como devem proceder os candidatos em seus trabalhos de busca e captação de votos e, alertou, que apesar das dificuldades estruturais da Justiça Eleitoral, todos os esforços estarão sendo feitos no sentido de coibir quaisquer  abusos. Por outro aspecto, enfatizou que a postura será bastante firme no sentido de punir os infratores. “Aplicaremos os rigores da lei”, disse o juiz.

 

Fez questão ainda de salientar que a fiscalização e punição não ficarão restritas aos candidatos, mas também aos eleitores que também poderão ser indiciados, inclusive criminalmente, por práticas não condizentes com a lisura que se espera de  um pleito eleitoral.Destacou que a maior preocupação da Justiça Eleitoral é garantir a ordem do processo e fundamentalmente fazer cumprir os instrumentos legais que garantam a isonomia, através de um forte combate ao abuso do poder econômico ou outras formas que não permitam a disputa igualitária entre os candidatos.Por fim, orientou aos eleitores que tenham clareza na escolha de seus candidatos, bem como, votem de forma consciente e com responsabilidade. Clique audio