Ruan Kenndrew Guimarães da Silva, 22 anos, espera que os responsáveis sejam punidos. Foto: Evandro Artuzi/RBJ
  • Compartilhe no Facebook

Ruan Kenndrew Guimarães da Silva, 22 anos, espera que os responsáveis sejam punidos. Foto: Evandro Artuzi/RBJ

Um caso de homofobia foi registrado em Francisco Beltrão, Sudoeste do Estado, na noite de segunda-feira (25). A vítima foi o maquiador Ruan Kenndrew Guimarães da Silva, 22 anos. O jovem estava no prolongamento da Avenida Júlio Assis Cavalheiro em companhia de um amigo tomando cerveja e conversando quando três homens se aproximaram e passaram a agredi-lo verbalmente com palavras ofensivas como: veado, bicha, entre outras.

Assustado, Ruan tentou sair do local, mas o carro foi depredado a pedradas, garrafadas e chutes. A Polícia Militar foi acionada, mas ao chegar os suspeitos já tinham fugido. Foi registrado boletim de ocorrência com base na declaração da vítima. Na tarde desta terça-feira (26), Ruan esteve na 19ª SDP para formalizar denúncia contra os suspeitos.

Em entrevista à Rádio Onda Sul FM/RBJ, contou que os suspeitos fugiram num Corsa, de cor azul, cuja placa foi anotada por testemunhas. As informações foram repassadas para a polícia para os procedimentos cabíveis. “Espero que a gente consiga algo contra eles pra evitar que isso aconteça com outras pessoas, que a gente não fez nada de errado, e mesmo que tivesse tido alguma demonstração de afeto, de carinho, isso ai não justifica nada, a gente não estava fazendo mal pra ninguém, a gente estava longe, em momento algum retruquei”, contou.

Fotos: Evandro Artuzi/RBJ