O jornalista Adolfo Pegoraro, da Rádio Onda Sul Fm, foi agredido verbalmente ,ontem, 24, durante o programa esportivo Placar 98, e também, ameaçado de agressão física pelo presidente do Francisco Beltrão Futebol Clube, Antonio Jacir Gonçalves da Silva, o Kinkas.

O motivo foi a matéria veiculada pelo rbj.com.br, Onda News e Jornal de Beltrão, feita pelo jornalista, mostrando a realidade do time na disputa do campeonato paranaense da segunda divisão. Na competição, o Beltrão foi punido pela federação com a perda de nove pontos por não ter inscrito os jogadores de forma regular. Mas o problema vai além disso, segundo a matéria, jogadores passaram dificuldade em relação a alimentação diária e nenhum atleta recebeu salário enquanto representavam o município neste campeonato, entretanto a condição foi aceita pelos atletas.

Com tantos problemas, o futuro do Beltrão foi o rebaixamento para terceira divisão e a desistência do campeonato antes do término.

Mesmo assim, o objetivo da matéria era apresentar a dificuldade que os jogadores em voltar para casa. Por isso, durante o programa foi feita uma campanha de arrecadação de recursos. Com o apoio do ouvinte da Onda Sul e amantes do futebol de Francisco Beltrão foi arrecadado junto à comunidade R$ 1600,00. O dinheiro serviu para comprar as passagens de todos os jogadores que ainda estavam na casa do atleta e foram embora para os municípios de origem.

 

 

Nota de repúdio

A ABI, Associação Beltronense de Imprensa, apresenta publicamente seu repúdio à atitude do presidente do Francisco Beltrão Futebol Clube, Antonio Jacir Gonçalves da Silva, que na manhã de sexta-feira, 24 de abril DE 2015, fez ameaças ao jornalista Adolfo Pegoraro nos estúdios da Rádio Onda Sul FM.
O jornalista, que vem noticiando os problemas na administração do Clube como a não inscrição dos jogadores a tempo do campeonato e a falta de pagamento dos salários dos atletas, foi agredido verbalmente no seu local de trabalho e ameaçado de agressão física. O jornalista registrou boletim de ocorrência na delegacia de Francisco Beltrão. 
A ABI, como entidade representativa de classe, repudia fatos dessa natureza que ameaçam a liberdade de imprensa e o exercício profissional dos que cumprem seu papel de divulgar informações de interesse público de nossa cidade.

Francisco Beltrão, 24 de abril DE 2015.

ABI, Associação Beltronense de Imprensa.