Por Evandro Artuzi

 

Os irmãos Nelson Fernando dos Santos Ramos e Júlio César dos Santos Ramos foram condenados há 12 anos de reclusão em regime fechado, em julgamento que aconteceu nesta segunda-feira (01/08), no Fórum da Comarca de Mangueirinha.
Os dois foram apontados como co-autores do crime, onde foram mortos os policiais militares Flávio Rogério Padilha (Sargento) e Nelso José Prebianca (soldado). O julgamento dos irmãos teve duração de 12 horas e contou com grande participação popular.
O terceiro envolvido, Ivandor Ramos, pai dos condenados, teve o júri desmembrado e uma data para sua realização deverá ser marcado para Justiça Criminal de Mangueirinha.
O crime aconteceu no interior de Honório Serpa, num assentamento, durante a realização de uma festa no dia 29 de agosto, por volta das 18h. Os três denunciados se envolveram numa briga e portavam armas de fogo.
No momento da abordagem policial os três reagiram e efetuaram os disparos. O sargento morreu ao retornar para a cidade, quando também capotou a viatura. Já o soldado Nelso Prebianca foi socorrido, mas morreu ao dar entrada no hospital em Pato Branco.