DSC_0273
  • Compartilhe no Facebook

Kemes e Rezende, presidente Águas Paraná

Além destacar a importância da iniciativa, o  Instituto das Águas do Paraná(Aguas Paraná) se dispôs a auxiliar na execução do Projeto Proteja Uma Nascente da ONG(Organização Não Governamental) Protetores da Natureza, recentemente criada em Palmas, sul do Paraná, para cuidar da recomposição das matas ciliares e proteção de nascentes dos rios que abastecem com água potável o município e região.

As ações foram definidas nesta semana durante reunião entre o presidente do órgão, Iram de Rezende,  e o presidente da ONG,  o vereador palmense, Edson Ferreira Kemes, que iniciou o projeto em 2015 e posteriormente apresentou Lei, aprovada pela Câmara, estabelecendo a política ambiental para todo o município. O programa foi escolhido para receber premiações por organismos vinculados à ONU (Organização das Nações Unidas).

Ao diretor do Águas Paraná,  Kemes  informou que o trabalho está sendo realizado com a ajuda de voluntários e diversas entidades como Rotary, SESI, IFPR, Colégio Sebastião Paraná e agora também com apoio da Sanepar, escritório de Pato Branco.  Por sua vez, Rezende, avaliou que é um projeto fundamental e está inserido nas propostas defendidas pelo Instituto, que tem como missão a preservação e a recuperação dos recursos hídricos. Reafirmou  que o Águas do Paraná está aberto para conhecer novas técnicas que contribuam para a recuperação e preservação dos recursos hídricos em todo o estado. “Toda forma de melhorar a qualidade das nossas águas é bem vinda e merece nosso empenho, como forma de incentivar e estimular essas práticas”, acrescentou.

Anunciou que no caso de Palmas, vai tentar viabilizar a destinação de um veículo usado do Estado, para a locomoção de pessoas e equipamentos afim de ajudar no trabalho e exploração das nascentes. O veículo deverá ser cedido à prefeitura e repassado para atender o projeto.