A primeira etapa da segunda Escola Diocesana de Liturgia, promovida pela Diocese, aconteceu no dia 21 de março de 2015, em Francisco Beltrão. O assessor foi o Frei Faustino Paludo (Assessor de Liturgia da CNBB – Brasília), com o tema “O Desenvolvimento Histórico da Liturgia”. Conforme Frei Faustino, “Ao longo dos dois mil anos, o maior desafio enfrentado pelos cristãos na liturgia foi, e ainda enfrentamos hoje, é a adaptação do mistério de Jesus Cristo, da celebração, à diferença da realidade da cultura. Como, em nosso tempo, sermos fiéis a boa nova de Jesus na realidade em que vivemos, no modo de falar, cantar, rezar. Outro grande desafio foi como tornar a liturgia uma ação do povo participativo”.