por Ivan Cezar Fochzato (com informações da assessoria)

 

Em audiência nesta segunda-feira (5), o superintendente regional do Incra no Paraná, Nilton Bezerra Guedes, anunciou que autorizará nos próximos dias a realização de sondagem em terreno de assentamento no município de Honório Serpa. A sondagem deverá avaliar as condições técnicas da área para instalação de uma siderúrgica que vai gerar pelo menos 80 empregos diretos e outros 240 postos de trabalho no município. O anúncio foi feito à deputada estadual Luciana Rafagnin (PT), acompanhada dos vereadores Romir Ribeiro (PSD), Rovanir Noll (PT), que foi eleito vice-prefeito de Honório Serpa no último dia 7 de outubro, e do diretor do departamento de Administração da prefeitura, Rafael Telpizov.

 

O terreno em questão é rochoso, impróprio para a atividade agropecuária, possui aproximadamente 23 hectares e pertence a um assentamento de reforma agrária, o Chopim I, que está localizado sobre uma área total de 960 hectares. A prefeitura se dispõe a adquirir outros 23 hectares de terra para fazer a permuta com o Incra e abrigar na nova área a reserva legal do assentamento, ainda não averbada.

 

Com esse aceno para a sondagem, os proprietários da siderúrgica poderão contratar assistência técnica para avaliar as condições do terreno para a instalação da indústria. Depois disso, o Incra procederá os laudos socioambientais e realizará audiência pública para ouvir os assentados.

Além desse ponto, a deputada Luciana e os vereadores de Honório Serpa também interpelaram o superintendente do Incra sobre a necessidade de abertura de poços artesianos no município, cascalhamento de estradas rurais e sobre a doação de um outro terreno para a comunidade do Pinho Fleck.Luciana ainda levou ao Incra reivindicações de assentados e acampados da reforma agrária dos municípios de Renascença, Mangueirinha, Francisco Beltrão e Quedas do Iguaçu.