Até o dia  25 de junho, a Igreja no Brasil celebra a 32ª Semana do Migrante, com o tema: “Migração, biomas e bem viver”. O objetivo é  anunciar, denunciar, refletir e construir uma nova relação do ser humano com a Mãe Terra.A semana, inspirada pelo lema da Campanha da Fraternidade deste ano, propõe uma perspectiva de mudança de mentalidade e comportamento.

 “Queremos celebrar a vida que teimosamente não se deixa matar e nem aceita ser destruída por nenhuma força que se proclama dona de sua existência, porque acredita que o Deus Criador já venceu e já declarou sua vitória sobre a morte, o pecado e o mal”, disse o o bispo referencial da Pastoral dos Refugiados, dom José Luiz Ferreira Salles.

A migração, segundo o bispo, tem forte relação com a crise que  concentra as riquezas e exclui os trabalhadores do campo e da cidade. Para ele, não é apenas uma crise humanitária, como sugere a mídia, mas uma exclusão em massa de milhões de seres humanos, anulando direitos e destruindo o planeta.A semana buscará, por meio dos processos que realiza, lutar para o fim da dissolução das fronteiras e das barreiras identitárias, xenófobas, regionalistas e nacionalistas.

A Igreja, com sua missão evangelizadora, profética e missionária, atua em pelo menos três frentes quanto à migração. A primeira é na acolhida – O que supõe receber e dar abrigo inicial, identificando as necessidades materiais e documentais, ajudando os migrantes a alcançar seus sonhos e direitos; Segundo, busca contribuir para o protagonismo dos migrantes, apontando caminhos de denúncia de injustiças, de viabilidades de integração social e de vivenciarem suas culturas e religiões; e por fim, procura construir processos com entidades e com os próprios migrantes/refugiados que lutam no mesmo sentido, na busca da justiça e dos direitos.

LEIA MAIS
Papa Francisco Orienta ação da Igreja junto aos Migrantes
Igreja busca implementar ações para ajudar imigrantes venezuelanos no pais
Migração nordestina no cinema ( Central do Brasil)
Migrantes no mundo: Milhões de pessoas entre sombras e luzes