O Câmpus Palmas do Instituto Federal do Paraná (IFPR) foi selecionado pelo Programa Nacional de Educação Empreendedora do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), que prevê apoio técnico e financeiro para fomento do empreendedorismo entre estudantes universitários.

Segundo o coordenador do projeto, professor Augusto Faber Flores, a aprovação do Campus Palmas representa uma importante conquista para o IFPR. “Nosso objetivo é trazer maiores oportunidades aos acadêmicos e também para a sociedade em geral. Em um segundo momento, com a criação do Centro de Empreendedorismo, teremos total possibilidade de acolher novas empresas, ideias e talentos dentro da nossa instituição”, destaca o professor.

Segundo ele, os recursos destinados para o Programa Educação Empreendedora contemplarão uma série de atividades, desde a inclusão da disciplina de empreendedorismo na grade curricular ou em cursos de extensão, até a criação de um centro voltado exclusivamente à formação de competências empreendedoras. Segundo o programa, são previstos recursos na ordem de R$ 200 mil – R$ 140 mil destinados pelo Sebrae e outros R$ 60 mil pela instituição, que deverá aportar R$ 30 mil em espécie e outros R$ 30 mil em incentivos financeiros, como a cedência de espaço para a realização de atividades e de professores para a orientação e acompanhamento dos projetos.

Entre as atividades propostas pelo programa, estão o Desafio Universitário Empreendedor, que trata-se que de uma competição nacional, que integra iniciativas educacionais para o público universitário, como cursos presenciais e on-line, jogos, “Papo de Negócio” e disciplinas de empreendedorismo. A disciplina de Empreendedorismo, que será desenvolvida e repassada pelo Sebrae aos professores universitários, especialmente formatada para aplicação na educação superior.

Está prevista também a criação de um Centro de Empreendedorismo, dentro do Câmpus Palmas, voltada exclusivamente à formação de competências empreendedoras, para contribuir com o desenvolvimento social e econômico por meio da criação de novas empresas.

Além disso, serão realizados periodicamente cursos, seminários e palestras relativas ao tema “empreendedorismo”, com ações de promoção, sensibilização e capacitação ao empreendedorismo de alto impacto e startups. O Sebrae disponibilizará a relação de produtos e soluções disponíveis no mercado para esse segmento e fazer as orientações necessárias para suas implantações.