Estudantes do Instituto Federal do Paraná – Câmpus Palmas participaram de uma ação diferente na noite de ontem (11). Sob a coordenação do 5º período do curso de Pedagogia, foi realizada mais uma edição do Trote Solidário, oportunidade em que alunas, de toda a instituição, doaram seus cabelos, em prol de crianças e adultos vítimas de câncer.

De acordo com a professora Carmem Waldow, a iniciativa recebeu mais de 70 doações, que serão destinadas à ONG Cabelegria, que desde 2013 realiza o trabalho de arrecadação de cabelos e em parceria com empresas especializadas, confeccionam perucas, que são destinadas à crianças e adultos, em fase de tratamento contra a doença.

Conforme ela, em virtude da movimentação em torno do projeto, outras edições deverão ser realizadas durante o ano, em diferentes pontos da cidade. Salientou que a ONG também recebe doações de outras formas, visto que, para a confecção das perucas são necessários outros materiais. Para isso, a entidade realiza a campanha “Adote uma peruca”, onde podem ser realizadas contribuições de diferentes valores.

Cabelegria

Em outubro 2013 as amigas Mylene Duarte e Mariana Robrahn começaram um projeto que tem como objetivo central ajudar crianças com câncer. As ações realizadas pelo Cabelegria são simples: basta doar um pouquinho do seu cabelo ou nos ajudar “Adotando uma peruca”.

A ideia veio através de uma amiga que doava o cabelo para a Santa Casa de São Paulo. Após alguns dias surgiu a ideia de criar um evento no facebook para doação de cabelo, e em pouco tempo o evento saltou de 700 pessoas para 1700.

Diversas pessoas começaram a perguntar o que era necessário para fazer a doação. A partir deste momento nasceu o Cabelegria.Em menos de 6 meses, conseguiram tornar o projeto em uma ONG incrita no CNPJ 20.000.573/0001-22.

A ONG trabalha em parceria com a Andrea Lopes Cabelos, que confecciona as peruquinhas de graça. São necessários cerca de 200 gramas de cabelo para se confeccionar uma peruca, portanto a ONG necessita de muitas doações. Em Fevereiro de 2015 conseguimos verba para pagar uma costureira mensalmente que fará em média 40 perucas.

Hoje o Cabelegria já conta com mais de 40.000 doações de todo o Brasil, inclusive alguns de outros países, e com pouco mais de 1 ano de ONG tem mais de 120 peruquinhas entregues, todas as fotos e vídeos estão disponíveis no site e no facebook. A página do Facebook já conta com mais de 280 mil curtidas, e cresce dia após dia, assim como o número de doadores. Não existe uma idade mínima para doação, e o Cabelegria recebe doações diárias de crianças e adultos.

O objetivo futuro do Cabelegria é se tornar um banco de perucas, para ajudar tanto as crianças quanto os adultos em tratamento que necessitem de uma peruca durante este período.