Na manhã desta quarta-feira (22), às 10h00, o IFPR Campus Palmas promove a cerimônia de inauguração do mural “Etnias e Culturas Formadoras do Município de Palmas-PR”. A obra, que fica no hall de entrada do campus, integra o projeto de Pesquisa e Extensão “Muralismo: arte, cultura e pós-humanismo”, que reúne professores e estudantes do curso de Artes Visuais.A solenidade é aberta ao público

O mural retrata o povo, a cultura, os aspectos relacionados às condições materiais de reprodução da vida, além de saberes e vivências intersubjetivas, como o próprio conhecimento, a memória, a inteligência e devires de cada tempo.“Propomos, com este projeto, a técnica de pintura mural, que se caracteriza como uma poética de arte que pressupõe, a partir dos seus primeiros fundamentos históricos, uma abordagem artístico-social que possibilita sua visualização a todos os níveis da população, uma vez que pode ser realizada em locais abertos e de fácil acesso público”, explica a coordenadora do projeto, Magda Salete Vicini.

Explicou que a composição foi pensada no conceito da integração, entre homens e mulheres (crianças, jovens, adultos e idosos) das etnias que formam a cidade de Palmas, na qual cada um vive a cultura e se interconectam entre si, em processos de comunicação verbal, visual, gastronômica, comportamental a partir de símbolos que são trocados entre cada uma delas.

Esses símbolos são a terra, a araucária, o butiazeiro que foi referência para a composição do nome da cidade, os animais e até da imagem do céu do município, com todas as suas nuances climáticas e com a beleza do inverno rigoroso.  Segundo a pesquisadora, a obra também remonta às discussões científico-tecnológicas que indicam que todos temos genes de diversas etnias.

Além da professora Magda Salete Vicini, participaram da criação do mural os professores Douglas Colombello Parra Sanches, Luiz Ney Todero, Neuza Fonseca, Thiago Scalvenzi Sául e o estudante Samuel Gajosz Vaz.