Igualmente a 2015, o município de Palmas, sul do Paraná, deverá fechar este ano com uma das  menores taxa de homicídios dolosos desde 2000. O levantamento do RBJ leva em conta os dados comparativos da 2ª Companhia da Polícia Militar, divulgados nesta terça-feira (27) pelo comandante,  Major Fernando Roberto da Silva.

Com oito casos até hoje (27), a taxa é de 16,76 óbitos por 100 mil habitantes, considerando a estimativa populacional pelo IBGE de 48.339 habitantes em 2016. O índice é pouco superior ao registrado em 2015, com 14,65 para uma população estimada de 47.674. O município chegou a ter uma taxa de 66,95 em 2004 e 63,42 em 2006. Na comparação com o ano inicial do levantamento(2000) constata-se uma redução de mais de 68% nos casos.

Conforme o comandante dentre ações preventivas desenvolvidas Polícia Militar que colaboraram para a diminuição nos últimos anos estão apreensões de armas de fogo, que somaram 71 em 2015 e outras 64 neste ano.

Nos últimos dois anos, o número de homicídios em Palmas foi reduzido a um dígito numa situação bem diferente aos registrados entre 2004 e 2007 que superaram a casa dos 20 casos anualmente, conforme o demonstrativo pelo RBJ