Morreu no começo da manhã deste sábado (25), o morador de Ampére, sudoeste do Estado, que foi picado por uma cobra cascavel. Vitalin José Coleto, de 61 anos, estava internado desde a última quarta-feira (22) em estado grave no Hospital Regional de Francisco Beltrão. 

O corpo será velado na capela mortuária São Nicolau, em Ampére. Vitalin foi vítima de uma serpente na terça-feira (21), enquanto fazia serviço de jardinagem em uma residência no bairro Nossa Senhora das Graças. Ele foi picado, mas não viu a cobra, por isso achou que havia machucado a mão esquerda em uma cerca de arame farpado.

No mesmo dia, começou a sentir náuseas e apenas na madrugada de quarta foi ao Hospital Santa Rita, que imediatamente fez a transferência para  o HRS. O jardineiro recebeu soro antiofídico,  mas não reagiu. Na quinta foi preciso amputar o braço esquerdo e na sexta os rins pararam de funcionar, sendo preciso fazer hemodiálise.

Os médicos informaram a família que na tarde de ontem ele sofreou uma parada cardíaca e foi reanimado. Na manhã deste sábado (25) ele não resistiu e entrou em óbito.

Com informações da Rádio Ampére/Interativa FM