Golpista e vítima se encontram no mesmo estabelecimento comercial, no momento em que mais um ilícito seria cometido. O real proprietário chegou a ser consultado sobre a procedência e legalidade de um cheque. O fato ocorreu na cidade de União da Vitória, Sul do Paraná, na tarde desta quinta-feira(14)

Conforme apurou a polícia, um homem fez compras no valor de R$ 500,00 e pretendia pagar com um cheque no valor de R$ 800,00, para ficar  com o troco em dinheiro. O dono do comércio, aproveitou que o titular da conta estava no local para consultar sobre o documento. Este, por sua vez contou ao comerciante que o cheque havia sido furtado há vários anos.

O acusado foi contido por funcionários até a chegada da polícia. Confessou que havia comprado o cheque pelo valor de R$ 500,00  de um homem que há pouco havia deixado o estabelecimento. Nas buscas a Polícia Militar  localizou o outro envolvido em via pública, próximo dali.