Uma ação de hackers invadiu o sistema e o banco de dados da Câmara de Vereadores de Francisco Beltrão. O hacker criptografou as informações de contabilidade e de recursos humanos do Legislativo. Com isso, todos os arquivos são convertidos em código secreto e não se consegue mais o acesso aos sistemas, paralisando os trabalhos dos setores de contabilidade e de controladoria da Casa de Leis.  A ação também não permite o acesso ao portal da transparência da Câmara, que é ligado aos dois sistemas.

Claiton Charles Comin, contador do Legislativo. Foto de divulgação
  • Compartilhe no Facebook

Claiton Charles Comin, contador do Legislativo. Foto de divulgação

De acordo com Claiton Charles Comin, contador do Legislativo, o sistema foi danificado entre o feriado de 21 de abril até domingo (24), período em que a Câmara não funcionou. Desta forma não é possível lançar e nem acessar os dados até que o servidor seja formatado e os sistemas reinstalados. Ele espera que todo o processo de recuperação seja concluído até sexta-feira (29), visto que os procedimentos de reparos estão em andamento.

Claiton também informa que os arquivos não serão perdidos porque o sistema possui o backup, que é uma cópia de segurança, onde todos os arquivos são armazenados. Se não tivesse este dispositivo, tudo seria perdido. A ocorrência foi comunicada ao Tribunal de Contas do Estado, até mesmo em função da falta de acesso ao portal da transparência. Um fato que chama a atenção é que aparece um e-mail nos arquivos danificados.

Geralmente os hackers entram nos sistemas dos órgãos públicos e através do email que aparece tentam negociar valores para liberar o funcionamento. Neste caso não foi mantido nenhum contato. Este tipo de crime vem acontecendo com frequência em todo o País.

Recentemente os hackers danificaram os arquivos da Prefeitura de Capitão Leônidas Marques. Como não tinha backup, todos os dados perdidos terão que ser relançados no sistema.