• Compartilhe no Facebook

Granizo recolhido por moradores de Salgado Filho. Foto divulgada via whatsapp

Chuva de granizo e ventos fortes causaram prejuízos para famílias de alguns municípios do Sudoeste no início da noite desta segunda-feira (07).

Conforme a Defesa Civil, casas foram destelhadas em Pato Branco, Manfrinópolis, Salgado Filho, Santo Antônio do Sudoeste, Pérola D’ Oeste, Ampére, Bela Vista da Caroba, São Jorge D’ Oeste, Francisco Beltrão, Capanema e Planalto. Além disso, árvores caíram e prejudicaram o trânsito em alguns trechos de rodovias na região.

De acordo com levantamento preliminar feito pela Defesa Civil, em Francisco Beltrão foram destelhadas duas residências e um aviário, na comunidade de Linha Santo Isidoro, interior do município. Em Planalto, cerca de 30 casas foram destelhadas pelo vendaval, cujas rajadas passaram de 130 km/h.

Os maiores estragos foram constatados nas comunidades de Linha Sagrada Família e Santa Luzia. Além dos danos, quatro pessoas ficaram feridas, uma com fratura de fêmur. Todas foram encaminhadas ao hospital. Em Capanema, a Defesa Civil verificou estragos em 120 casas nas comunidades de Linha Sagrada Família e Santo Antonio do Siemens.

Em Ampére, o granizo perfurou o telhado de 14 casas e um galpão. Santo Antonio do Sudoeste algumas casas foram destelhadas e um salão comunitário teve a cobertura arrancada pelo vento. Além disso, os Bombeiros Comunitários do município trabalharam bastante fazendo a retirada de árvores em rodovias.

Em Salgado Filho, segundo a Defesa Civil Municipal, cerca de 100 casas tiveram a cobertura perfurada pelo granizo. Também foram danificados oito aviários e nove galpões. Em Manfrinópolis, segundo dados da prefeitura, cerca de 50 casas foram danificadas, além de alguns aviários.

São Jorge D’ Oeste teve quatro casas danificadas pelo vendaval. Além do Sudoeste do Paraná, municípios do extremo oeste catarinense também foram bastante castigados. Em Pato Branco, algumas residências também foram destelhadas, segundo o Corpo de Bombeiros.

Chuva continua

Conforme o Simepar (Sistema Meteorológico do Paraná), chuvas fortes e temporais ainda podem ser registradas na região. O Corpo de Bombeiros pede a população que, em caso de emergência, ligue para os telefones de emergência 193 e 199.

Para mais informações sobre o temporal no Sudoeste, sintonize 98,7 (Rádio Onda Sul FM) ou acesse www.radioondasul.com.br. Nossa equipe de jornalismo trará boletins atualizados sobre a situação.

Vendaval em Planalto – Fotos:  Anete Luersen

Salão Comunitário danificado em Santo Antonio do Sudoeste/ fotos: Renato Lima

Estragos em Ampére/ imagens: Adelar Demarco