O Governo do Paraná deverá tomar novas medidas para contenção de gastos, informou o secretário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra, ao sair da primeira reunião do novo secretariado do Governo Beto Richa, nesta quarta-feira (21). Segundo Sciarra, a folha de pagamento dos servidores estaduais será um dos pontos a sofrer ajustes, o que pode incluir cortes de gratificações, redução na contratação de funcionários comissionados e revisão de contratos temporários.

De acordo com o chefe da Casa Civil , as medidas poderão ser enviadas em breve para a Assembleia Legislativa. O segundo mandato do governador Beto Richa iniciou com a marca da contenção de despesas, na tentativa de estabilizar as contas do Estado. Desde o final do ano passado, o governador encaminhou uma série de projetos à Assembleia, que acabaram ganhando o apelido de “pacote de maldades”.

Dentre as “maldades” estão o aumento do IPVA em 40%, elevação na alíquota do ICMS sobre mais de 95 mil itens e a taxação de aposentados pela Paraná Previdência. Na reunião de hoje, os secretários ficaram à par da situação financeira do Estado e sobre os cortes nos gastos da administração estadual.