As Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCH) Canhadão e Tigre, ambas em processo de instalação nos rios Covó e Marrecas, respectivamente, em Mangueirinha, Sudoeste do Paraná, fecharam contratos de venda de energia para o Governo Federal, através do leilão A-5, realizado na última sexta-feira (29).

Juntas, as centrais hidrelétricas, ambas vinculadas ao empresário palmense João Carlos Pedroso, terão potência de 19,00 MW (megawatts) e deverão fornecer mais de 2,1 milhões de MWh (megawatts-hora) a partir de 2021. A negociação foi fechada a um preço de venda de R$ 195,00 por MHw.

Em outubro de 2015, os empreendimentos receberam a autorização da Assembleia Legislativa do Paraná para o inicio das construções, juntamente com outros nove projetos energéticos na região.