O Ministério da Saúde abriu novo edital do programa Mais Médicos para assegurar profissionais em municípios com dificuldades na Atenção Básica à Saúde. A nova etapa abre vagas para 1.500 prefeituras. No sudoeste do Paraná, cinco municípios foram relacionados: Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Realeza, Santo Antonio do Sudoeste e São Jorge D’Oeste. As administrações municipais têm até o final do mês para confirmarem a participação no programa.

A nova versão do Mais Médicos vai incorportar o Programa de Valorização do Profissional de Atenção Básica (Provab). No programa, o profissional escolhe se permanece por três ano no local determinado pelo Governo Federal, como acontece no Mais Médicos, ou se trabalha por um ano e recebe 10% de bônus na nota de uma eventual prova de residência.

Prefeituras e médicos têm até os dias 28 e 29 de janeiro, respectivamente, para confirmar a participação e realizar a inscrição no sistema do Programa.

Profissionais brasileiros continuam tendo prioridade na seleção. Na inscrição, cada médico escolhera quatro municípios para atuar. Os candidatos concorrem somente com aqueles que optarem pelos mesmos municípios e, quem não conseguir alocação, terá acesso às vagas remanescentes.

A bolsa é a mesma (R$ 10 mil). O Mais Médicos tem 11.429 profissionais cubanos, 1.846 brasileiros e 1.187 intercambistas de vários países, como Argentina, Portugal, Venezuela, Bolívia, Espanha e Uruguai.